Piscina Externa

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Piscina Externa

Mensagem por Valentine C. Fitzchart em Ter Jun 21, 2016 12:21 am



A piscina externa tem uma ligação com a piscina interna, assim como a piscina da entrada e o lago em frente a casa, para a melhor locomoção das sereias que vivem ali. Também pode ser chamada de área de lazer por contar com um bar, uma churrasqueira e alguns lugares para passar o tempo. O lugar também é muito usado para dar festas.
avatar
Valentine C. Fitzchart
Sereias
Sereias

Mensagens : 27
Pontos : 25
Data de inscrição : 13/06/2016
Idade : 27

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Ethan Slowan em Ter Jun 21, 2016 1:56 am




Dance or Die

Olho meu reflexo no espelho e passo a mão sobre a camisa, apenas para garantir que vou sair de casa com a roupa sem um amassado sequer — na hora de voltar, no entanto, não faço ideia de como estarei. Vestindo minha camisa preferida, com mangas pretas e a parte central cinza porém com a sombra de um leão, saio da casa e caminho em direção ao local da festa, contagiando tudo ao meu redor com a minha animação.

O vento sopra contra mim enquanto minha mente voa por lugares distantes, imaginando coisas sobre as pessoas que terei a chance de encontrar hoje. Meus passos ficam um pouco mais rápidos quando penso na hipótese de encontrar um alguém interessante por lá, de modo que acabo chegando mais cedo que o esperado. Um pouco tímido ao ver que nem todo mundo chegou ainda, coloco ambas as mãos nos bolsos da calça preta justa que cobre minhas pernas, olhando para ambos os lados a procura de alguém para... bater um papo.

Uma música consideravelmente agitada alcança meus ouvidos e me dá vontade de dançar, mas uma parcela de timidez impede que eu o faça. Em vez disso, caminho até a parede mais próxima e apoio o pé direito na mesma, jogando o peso do corpo sobre apenas uma das pernas enquanto meu olhar continua varrendo todo o lugar.

Uma comemoração na casa de uma sereia numa piscina, não poderia esperar menos. Aliás, eu preciso ir falar com a anfitriã. Pela regra de boa convivência em sociais e quaisquer outros tipos de festas, cumprimentar o anfitrião e parabenizá-lo pela organização da mesma é extremamente importante.

Saio do cantinho isolado onde estava junto com o pouco de vergonha na cara que me resta e começo a andar ao redor da piscina, procurando por Valerie ou algum dos moradores da casa. Sem o total controle do meu corpo, manipulado facilmente pelas batidas da melodia animada que serve como trilha sonora, meus passos seguem um certo ritmo enquanto continuo a movimentar-me.

Meus olhos vão de encontro aos fios dourados de cabelo que cercam o rosto da sereia, a qual porta um uma expressão provocativa no nível que só uma dessas criaturas dos mares consegue atingir. Mudo o rumo que sigo, indo em direção a ela com o meu mais simpático sorriso. Espero que ela termine de receber um dos convidados e me preparo para dar uma leve cutucada em seus ombros, prestes a dizer um simples "oi" e dar os típicos parabéns.

Thanks for @Lovatic, on Cupcake Graphics

avatar
Ethan Slowan
Bruxos
Bruxos

Mensagens : 27
Pontos : 27
Data de inscrição : 08/06/2016
Idade : 44
Localização : Atrás de você MUAHAHAHAHAHAHA

Ficha Mística
HP::
600/600  (600/600)
MP::
600/600  (600/600)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Miguel em Ter Jun 21, 2016 2:10 am



Wanted to belong here.
A sala era toda empoeirada e mal iluminada, não conseguia ver mais do que as próprias mãos, sentia um cheiro forte de guardado... ao alcanço de sua visão as paredes eram tão negras quanto os cabelos de Lúcifer, Miguel encontrava-se em um quarto, quieto, pensativo, a lembrança das mortes de todos os milhões de anjos, aqueles que foram assassinados pelo arcanjo, cujo sangue está impregnado na lâmina de sua espada, a Soberana, fazia com que o poderoso arcanjo sorrisse sentindo saudade da época em que matava todos os que se opunham a ele. Um bocejo faz com que Miguel leve a mão direita até sua boca, um costume humano usado, eles afirmam que quem faz isso é "educado", coisa que faz o arcanjo rolar os olhos e levantar-se de sua cama, seus olhos passeam pelo lugar, procurando algo que possa atraí-lo, entretanto, a única coisa que poderia satisfazer os desejos do arcanjo no momento é uma mulher.

O relógio marcava exatas vinte e duas horas da noite, e era a hora em que, na divulgação de uma sereia aí, haveria uma festa em sua piscina em homenagem a morte de um dragão e blá blá blá, os interesses bostas desses seres mortais não me interessam, eles se conformam com tão pouca coisa, se preocupam com coisas tão... simples e ridículas. Enfim, esses pensamentos rolavam na mente do arcanjo e o mesmo só pudera imaginar as mulheres que haveriam ali, faz algumas eras que Miguel não tem algo com alguém, ele passara duas eras matando os anjos e as outras eras descansando até a era de hoje, ele queria diversão e sua intuição confirmava que nessa festa ele PODERIA encontrar essa diversão, caso fosse chato, mataria tudo ali e voltaria para sua casa, nos céus, onde há algumas anjos a sua espera, como se fossem concubinas.

Aaaah, a arrogância do arcanjo era simplesmente inacreditável, ele andava mostrando seu corpo esbelto, não ligava para qualquer outro ser, pois ele sabia que qualquer ser estava abaixo dele, apenas o próprio Deus é digno de ter a submissão de Miguel, apenas Deus é aquele a qual Miguel se ajoelha, pois Ele fora seu criador, porém, os outros seres a qual Miguel chama de "rele". Miguel mostra-se autoritário, chegara na piscina trajando um terno preto, gravata, sapato social, tinha um corpo esbelto, másculo, seus músculos enormes davam para serem notados mesmo com a camisa social e o paletó, cabelo lambido para trás, um ar de superioridade e arrogância, olhava para tudo ali com cara de desprezo, não via nada de interessante, ainda.

O arcanjo voava rapidamente e fizera um pouso glorioso, Miguel senta-se em um batente e espera ser servido por uma bebida que os humanos chamam de uísque, ele olha para o céu e vê a quantidade infinita de estrelas, isso o lembra da voz de seu Pai Amado "O número de anjos é equivalente as estrelas que estão no céu", era um tempo bom, tão bom que causara uma certa nostalgia no arcanjo, por incrível que pareça. Miguel observara um bruxo que babava por uma sereia um tanto quanto bonita.


fulano de tal usou isto, falou com a pessoa e estava neste lugar. Estava ouvindo breakaway song by kelly clarkson. notas: a postagem é de minha autoria para um rpg externo, direitos autorais preservados.








avatar
Miguel
Arcanjos
Arcanjos

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 05/01/2015

Ficha Mística
HP::
3000/3000  (3000/3000)
MP::
3000/3000  (3000/3000)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Drogon Hörlle Schönborn em Ter Jun 21, 2016 2:26 am

The king of party
Don't kill my vibe
"
   O tédio era como um poço fundo e escuro, onde todos que o habitam, se tornam pessoas profundamente chatas e amargas. Porém, o draconiano era perito em se esquivar desse poço chamado tédio, suas narinas farejavam festa por pelo menos dois quilômetros e sempre conseguia um passe livre para adentrar em alguma. E naquela noite, teria um lugar em especial para ir, uma festa onde diversas raças se misturariam para curtir alguns dos principais motivos de estar vivo, beber e festejar. Chegar cedo não era muito bem sua praia, mas podia abrir uma exceção, afinal, queria encontrar as pessoas o quanto antes e ver cada movimentação com detalhes, então se colocou a tomar uma ducha quente rápida, logo após arrumando-se em um visual não tão formal. Vestindo uma simples regata preta, acompanhada de uma jeans da mesma cor e um tênis surrado branco. Por fim, pegava sua vestimenta, que era o chapéu preto com listras brancas na vertical e o encaixou na nuca, ficando um pouco inclinado para trás. E como último retoque, passara um perfume barato qualquer de seu irmão e estava finalmente pronto para partir. Apesar de ter um carro, odiava ter que depender de Vhagar para dirigi-lo, então se pôs a ir caminhando, não podia ser tão longe assim. Parou em um bar pouco movimentado que se encontrava no caminho e comprara um maço de cigarro, o vício que não poderia deixar de saciar, estava apenas controlando seu lado selvagem. Sem mais delongas, o draconiano chegava até a porta e adentrando sem olhar em sua volta, apenas queria saber aonde o bar se encontrava. Suas mãos foram de encontro com o maço de cigarro recém comprado e retirava um, o prendendo entre o indicador e o médio destros, fazendo uma pequena chama no seu dedo indicador esquerdo, acendendo o cigarro. O vício roçava lentamente em seus lábios, dando uma primeira tragada e soltando a fumaça que se esvaía rapidamente. Seus olhos finalmente se puseram a observar todos que se encontravam ali, mas logo perdeu o interesse e voltou a procurar algo um pouco mais divertido: as bebidas. E enfim, encontrava sua base naquela festa, se sentando perto ao balcão e servindo-se da melhor bebida que poderiam ter naquele momento, apenas esperando algo mais animado acontecer na festa. Talvez a presença de alguém o animasse... 





avatar
Drogon Hörlle Schönborn
Dragões
Dragões

Mensagens : 13
Pontos : 12
Data de inscrição : 10/06/2016
Localização : Hogwarts.

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Valentine C. Fitzchart em Ter Jun 21, 2016 2:34 am




A ideia da festa em homenagem a Alaska foi minha ideia, mas Anne tinha uma boa participação no entusiasmo para planejar a mesma. Seres com eu e Anne eramos especialistas nisso, nossas festas eram as melhores e essa não seria diferente. Deixei tudo preparado algumas horas antes da celebração, estava tudo perfeito. Alguns convidados chegaram e pude vê-los entrando na área externa da casa, todo tipo de raça estava ali. Era incrível a forma como não havia guerra em meio as celebrações, ninguém ali se importava com o caos que havia no mundo de fora, estavam preocupados de mais em se divertir para odiar uns aos outros.

Vesti um vestido curto e justo de mangas compridas com uma bela abertura nas minhas costas, saltos altos e joguei meus cabelos para trás, logo logo eles estariam molhados. Pulei na piscina interna que ficava em meu quarto e assumindo a minha cauda, nadei até a piscina externa onde seria a festa. Pouco antes de emergir na superfície voltei a ter pernas, subindo calmamente as escadas da piscina ainda encharcada.

Todas as atenções da festa agora estavam voltadas para mim, o ser mais belo da festa, pelo menos até Anne aparecer. Soltei um sorriso largo e sedutor enquanto cumprimentava alguns convidados, uma taça de bebida já se encontrava em minhas mãos. Cumprimentei também um jovem bruxo muito bonito, Ethan era seu nome e eu já o conhecia de vista. Roubando todas as atenções da festa um arcanjo desceu dos céus, pousando no meio do terreno de forma arrogante e autoritária, a forma como ele olhava para meus convidados me enojava.

Se anjos eram arrogantes, arcanjos eram cem vezes mais insuportáveis. Revirei os olhos com os meus pensamentos e desejei secretamente que ele não atacasse nenhum ser que estava ali. Com passos calmos caminhei até ele, cumprimentando-o e saindo. Arcanjos gostavam de ser bajulados, e ter uma das anfitriãs da festa indo ao seu encontro seria o suficiente. Deixei que ele se divertisse com as convidadas e me afastei, indo conferir alguns detalhes.

avatar
Valentine C. Fitzchart
Sereias
Sereias

Mensagens : 27
Pontos : 25
Data de inscrição : 13/06/2016
Idade : 27

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Alaska em Ter Jun 21, 2016 4:28 am




Noitehora
Casa da Val & Annelugar
FestaMotivo


A blusa era de renda, deixando visível o claro sutiã, o short era jeans e muito curto. Não gostava muito da ideia de vestidos, ainda mais para um local com piscina de acesso fácil. Nos pés meia arrastão com rasgos em tiras, sobreposta por uma sapatilha preta de salto plataforma. Perfeita em seu jeito pouco comum, com todas as várias tatuagens expostas no look improvisado, com a face clara e sem qualquer maquiagem. Tinha apenas nos lábios um pouco de falsidade: um batom rosado bem leve que tirava a palidez da expressão. Tinha também um chiclete passeando entre mastigadas, competindo com o sorriso de canto que teimava em aparecer, sendo refletido nitidamente pelo espelho do quarto. Ainda que não assumisse, tinha sim um pouco da vaidade da raça. Não era tão acentuada como o normal, mas ainda estava ali.

Afastou-se, recusando à sucumbir perante a futilidade de admirar-se, e com passos calmos caminhou até a cama de casal. Talvez fosse aquilo que de maior tinha no quarto. Agarrou ali a mochila dourada, mediana e chamativa, ainda que bela, e analisou mais uma vez o cartão avermelhado que colocara na alça. A caligrafia forte e desenhada denunciava muito do seu ego, assim como fazia com seu modo sempre duro de fazer as coisas. Apenas com as poucas palavras que continha talvez mostrasse muito mais do que um discurso longo e ensaiado. Também parecia nos conformes, então a jovem apenas colocou-a sobre os ombros e saiu, trancando o apartamento por fora e escondendo a chave no tapete da soleira.

[-x-]
Já existiam ali alguns convidados. Podia sentir o cheiro celeste dos divinos, os profanos demônios, os munidos bruxos... Todas as raças pareciam ter pelo menos um representante e o ar ficava cada vez mais carregado com uma massa homogenia de odores. Era quase interessante saber que naqueles instantes todos eram apenas convidados e não monstros e criaturas. Não havia rixa ou desentendimento. Naquela noite a festa tomaria o lugar do ódio.

Com suas habilidades, decidiu então por procurar algo mais específico. Indo diretamente para a área externa buscou com o olfato um aroma já conhecido. Drogon não costumava ser pontual, porém grande parte de Alaska desejava que ao menos naquele dia ele tivesse sido. Sentia-se tão ansiosa para vê-lo outra vez... Quase rugiu ao detectar o misto de dragão, álcool e cigarros que era o namorado. Deixou-se levar pelo nariz e permitiu-se ir diretamente para a fonte de seu interesse. Não foi nem perto de difícil identifica-lo na bancada em que se apresentava como bar, o cigarro entre os lábios macios e o olhar analítico sondando toda a festa.

Adiantou-se para ele, não se importando de surpreendê-lo ao chegar por trás, usando a agilidade para tomar dele o vício já aceso, levando-o para a própria boca e dando uma longa tragada, assoprando a fumaça na direção do rapaz.

- Que bom que está aqui... - Murmurou rouca em um tom muito baixo, selando-lhe a boca em um ato demorado e muito terno. - Confesso que senti saudades, dessa vez não tenho como esconder... Porém preciso fazer algo.- Completou antes mesmo de lhe dar espaço, piscando para o híbrido de modo maroto e sacana antes de se afastar, lançando para ele um aceno de cabeça em sinal para que a seguisse.

Tomou espaço entre as pessoas, usando as mãos para afastar os corpos teimosos do seu, buscando ainda meio sem muito censo o ponto mais ao centro da festa. Acabou poucos metros depois da água, lançando um sorriso rápido para Val antes de puxar uma cadeira qualquer, incomodando alguém de uma das mesas para quem nem mesmo desviou o olhar.

Subiu sobre o móvel, roubando da mão alheia a taça ainda em uso, e da mesma mesa que assaltara pegou também uma faca. Bateu os dois objetos que tinha com o cuidado de não quebrar, sinalizando o brinde que estava por vir e exigindo a atenção daqueles que conseguia.

- Olá, olá! Antes que todos fiquem bêbados o suficiente para não lembrar de uma palavra, gostaria de agradecer nossa anfitriã pelo espaço cedido e, aproveitando o momento, entregar-lhe um segundo presente especial. O primeiro já lhe foi enviado, creio eu, assim como foi enviado para Anne... Então espero que gostem das garras que o bastardo colocava em sua filha. Boa festa a todos. Val...- Chamou, esticando para ela a bolsa dourada onde estava guardado o maior dos souvenir. Sorriu para Drogon antes de descer da cadeira, logo após entregar o pacote.

Presente:

- Cabeça de dragão: Com as escamas marrons e escuras, o focinho achatado e largo e os olhos já fechados, o pedaço de fera arrancado de Derek por Alaska se tornou um lindo e talvez grotesco souvenir. Foi entregue para Val no dia da festa, dia em que o draconiano morreu para aquela de sua espécie. {Presente de Alaska}

thanks rapture
avatar
Alaska
Dragões
Dragões

Mensagens : 30
Pontos : 33
Data de inscrição : 17/01/2015
Idade : 24

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Morgana em Ter Jun 21, 2016 4:58 am

First Party


A socialização com os seres de Mystic City estava ficando cada vez mais frequente e aos poucos eu ima me acostumando com a convivência no mundo exterior. Soube por boatos que naquela noite haveria uma festa na casa de uma sereia, festa essa que uniria todas as raças presentes na cidade, um momento de paz e diversão. Me animei com a ideia apesar de saber que meu pai não se alegraria em ver a filha na companhia de demônios, enfim, um dia ele teria que superar e entender que eu já não era mais uma criança.

Escolhi dentre as roupas que eu havia comprado um vestido simples, era preto e sua barra batia na metade da minha coxa, consideravelmente mais curto do que o vestido anterior. Entretanto esse tinha o tecido mais grosso, isso deixaria minhas curvas menos marcadas. As vezes eu odiava a forma como me punia desse jeito, mas o que eu poderia fazer? Havia nascido em uma época totalmente diferente e na única vez que tentei mudar, as coisas fugiram totalmente do meu controle. Eu era instável de mais para tentar uma mudança ainda mais radical.

Meu medo quase me fez ficar em casa durante a noite mas reuni toda força de vontade que eu tinha para sair. Me olhei no espelho uma última vez para garantir que estava tudo bem e então sai de casa. O local da festa ficava distante próximo a um lago, e era uma casa muito bonita por sinal, repleta de piscinas. Assim que cheguei o lugar já estava abarrotado de seres de todos os tipos, uma menina ruiva parecia chamar a atenção dos convidados enquanto fazia seus agradecimentos. A loira que parecia ser a anfitriã retirou de dentro de uma bolsa bonita uma grande cabeça de dragão.

Desviei o olhar e procurei por ali alguma distração, o garoto Ethan também estava na festa mas parecia ocupado de mais com uma morena bonita para ser incomodado. Me sentei em um dos sofás em uma área coberta e beberiquei um pouco da bebida em minhas mãos.

Notes: Party  Tagged: Nobody for now Wearing: Dress
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!
avatar
Morgana
Magos Elementais
Magos Elementais

Mensagens : 6
Pontos : 5
Data de inscrição : 19/06/2016
Idade : 31

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Anne Collin Wolfthorn em Ter Jun 21, 2016 5:13 pm



Festa


Essa festa certamente iria dar no que falar. Seres de todas as raças em um mesmo local, sem brigas ou desavenças – pelo menos enquanto ainda estão todos sóbrios. Encontrava-me admirando meu reflexo no espelho há pelo menos uns bons 30 minutos. Como poderia uma casca ser tão bela e ao mesmo tem ser bruxa? A dona desse corpo deveria ser extremamente perfeita e desejada. Visto um vestido curto de onça deixando minhas pernas para fora, calço um salto alto preto junto com uma meia fina da cor de minha pela para dar um toque a mais.

Caminho para fora do quarto ao perceber que já havia algumas pessoas na festa. Vou em direção ao bar ignorando todos ali e logo pegando uma bebida ao sentir uma sensação ruim, como se houvesse algum ser angelical ali. –Miguel, só podia ser. - andei em direção ao arcanjo dando uma ajeitada em meus cabelos soltos e bebericando o liquido em minha mão. –Ora, ora, ora. Se não é o tão falado arcanjo Miguel em uma festa de comemoração pela morte de um simples dragão. Ou será que só quer catar mais alguma inferior sua? E foi um pouso extravagante como sua fama, não acha?- perguntei sem o olhar uma única vez bebendo meu drink olhando para as pessoas.

A festa estava começando a ficar boa, Alaska já havia chegado e como previsto Anna estava sumida desde a morte de seu amado. Um sorriso se formou em minha face ao ouvir o discurso da homenageada da noite e com apenas um olhar para o DJ mandei que ele começasse a tocar músicas mais animadas.


Thanks to Evil Queen

avatar
Anne Collin Wolfthorn
Demônios
Demônios

Mensagens : 190
Pontos : 137
Data de inscrição : 11/12/2014
Idade : 34
Localização : Não lhe interessa.

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Joseph B. Chevalier em Ter Jun 21, 2016 5:38 pm


Festa
-
Got something else missing we were too different baby I've been looking back now I really should've worked it out. Yeah, I really should've worked it out. Because now that you're gone and I sleep alone I can't help it, I want you back.
Noite ▪ Casa da Val ▪ Nublado ▪ COM QUEM?


♦♦♦

Joseph rodava uma caneta nos dedos indicador e do meio, o tédio dominava naquela casa sombria que era a da família Chevalier, ele não sabia o que fazer, apenas passava horas e horas com aquela caneta a girar e girar sem cair, de fato aquele dia estava monótono e apenas uma coisa poderia acabar com todo este tédio: Uma festa. Claramente essa festa não seria uma festa comum como qualquer uma que fazem, ela estava reunindo seres de todos os tipos, dos mais feios aos mais belos, seres de todas as forças, dos mais fracos aos mais fortes, tudo no mesmo lugar, um aglomerado de poder em um pequeno lugar, não é algo confiável, pode acontecer qualquer coisa.

Trajava uma camiseta normal azul e uma touca da mesma cor, uma barba rarefeita, estava consideravelmente bonito, eu erea lindão. Suspirei me olhando no espelho e fechei os olhos por um tempo, estava um tanto quanto preocupado, naquela casa não vai ter qualquer coisinha não, vai ser algo diferente, algo nunca visto naquela cidade. Bato a mão no ombro esquerdo tirando uma poeira que tinha e enfim vou para a casa de Valentine, a bela sereia que havia organizado a festa juntamente com sua "amiga" Anne, a demônio.

Chegando lá eu já pude sentir tudo de ruim, tinha demônio, dragão, sereia e o pior, arcanjo..., O que Miguel estava fazendo ali? De fato já era, vai haver matança ali, uma carnificina total, onde o arcanjo mataria todos ali só por diversão, tudo que podemos fazer é não irritá-lo durante a festa e tudo poderia ocorrer bem. Olho os outros e não vejo nada interessante enquanto meus olhos passeam, pude ver um casal ali que eram tão fofos juntos, também pude ver um bruxo que babava pela sereia, uma bela sereia.

Vou em direção do bar e pego um copo de uísque, tragava várias vezes até a boca e bebia o líquido que descia ardendo em minha garganta, estava começando aquela festa interessante. Caminho em direção da sereia, gostaria de ouvir sua voz e admirá-la por um tempo. Me aproximo ignorando os outros que estavam ali e pego a mão direita da mesma depositando um beijo ali - Boa noite, senhorita... Prazer em conhecê-la, meu nome é Joseph Chevalier! - Sorrio para a mesma.
-

thanks weird
avatar
Joseph B. Chevalier
Lobisomens
Lobisomens

Mensagens : 24
Pontos : 19
Data de inscrição : 07/09/2014
Idade : 18
Localização : -x-

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Julliet Dellavechia em Ter Jun 21, 2016 11:48 pm



Festinha


Qual era a lógica daquele lugar?  Seres de todas as raças se encontravam ali, para comemorar a morte de um dragão que fora morto por alguém de sua própria raça. Uma festa normalmente era para se festejar algo bom e não a morte do noivo de sua filha, o que certamente só poderia ser coisa de um demônio e uma sereia. Não sabia se estava vestida com um traje bom para essa festa, e também não conhecia ninguém o que já não seria novidade para mim.

A música já estava alta, e vários seres bebendo e dançando até o chão, certamente eu estava deslocada ali. Ando desviando das pessoas na pista improvisada e caminho até o bar pedindo a bebida mais forte que tinha para não ficar sem beber nada, embora não precisasse disso. Observo as pessoas ali tentando reconhecer algum rosto até ver um conhecido, Miguel. O que será que o arcanjo estaria fazendo em um local como este? Pensei em ir até ele o cumprimentar por questão de educação mais ele já estava “acompanhado” por um demônio. Precisava cumprimentar uma das anfitriãs, mas uma já estava ocupada conversando com Miguel e a outra cercada de seres a tratando em um pedestal e deixando escorrer suas babas pelos rostos a fora.

Pego a bebida no balcão do bar e a bebo de uma vez, sentindo aquilo descer queimando minha garganta e logo pegando outro para tentar começar a me divertir.


Deslocada
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah
avatar
Julliet Dellavechia
Anjos Celestes
Anjos Celestes

Mensagens : 7
Pontos : 4
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Ethan Slowan em Qua Jun 22, 2016 1:17 am




Dance or Die

Depois de cumprimentar a anfitriã e assim cumprir praticamente todas as regras do manual de como causar boas impressões numa festa, olho ao redor e permaneço procurando por rostos conhecidos antes de encontrar o primeiro: Morgana.

A portadora dos cabelos negros como a própria escuridão encontra-se sentada em um sofá num canto coberto bem longe da pista de dança, o que é lamentável. Mas talvez tudo o que ela precisa seja de uma boa companhia e quem sabe algumas doses de uma bebida bem forte?

Sem enrolar muito, começo a ir em sua direção. Antes, porém, passo no bar onde as bebidas estão e preparo a melhor bebida sem álcool possível: um coquetel com tudo o que parece bom. Levo a taça aos lábios e bebo um pouco do conteúdo da mesma, segundos antes de chegar no sofá onde Morgana está. Sorrio para a mesma, cumprimentando-a de um jeito nem um pouco formal.

Quanto tempo que não a vejo — sem pedir licença ou coisa do tipo, sento-me ao seu lado e uso a situação para tentar arrancar ao menos um sorriso da mulher séria à minha frente — Hmm, eu deveria perguntar se posso me assentar?

Dando o meu máximo para disfarçar, meus olhos passam por todo o seu corpo e rapidamente notam as belas pernas da mulher. No entanto, apenas volto a me concentrar nos olhos claros e profundos de Morgana enquanto continuo a sorrir e espero por uma resposta.

Thanks for @Lovatic, on Cupcake Graphics

avatar
Ethan Slowan
Bruxos
Bruxos

Mensagens : 27
Pontos : 27
Data de inscrição : 08/06/2016
Idade : 44
Localização : Atrás de você MUAHAHAHAHAHAHA

Ficha Mística
HP::
600/600  (600/600)
MP::
600/600  (600/600)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Miguel em Qua Jun 22, 2016 6:09 pm



Wanted to belong here.
De fato aquela festa estava entediante para Miguel, ninguém interessante aparecia, apenas criaturas comuns como dragões, sereias e demônios, chegou até um lobisomem que o arcanjo jurava ter sido extinto, ninguém imaginava que ainda haveria daquela espécie ali, que teme essa guerra e mantém distância. Ele rola os olhos e dá de ombros, tragou uma vez o copo até sua boca e deixou que a bebida alcoólica desça ardendo sua garganta, aquele tipo de líquido díspar era um tanto quanto interessante, uma das poucas coisas que os humanos fizeram úteis.

Uma das anfitriãs, a sereia, sem dúvidas era a mulher mais bela e o segundo ser mais belo daquela festa, perdia apenas para Miguel, é claro... Ele suspirou e fechou os olhos, estava sentindo um tédio incrível e uma vontade demasiada de destruir aquele lugar crescia dentro do arcanjo, até que a anfitriã foi sábia e veio cumprimentar-me - Sua falsidade não me engana, ser - A voz arrogante do mesmo era de causar medo para quem ouvia, de fato o arcanjo não brincava em serviço. E aí ficou pior a outra anfitriã, a demônio, achou necessário vir ao meu encontro, ela perdera o juízo - Sua sorte é que tenho um pacto de não-agressão com Lúcifer, senão estaria morta... - Revira os olhos - Porém, você é um tanto bela para uma antiga bruxa, demônio. - Pisca para a mesma e faz com que seus olhos passeiem pelo lugar a procura de algo mais interessante, até encontrar.

- Bem-vinda para essa festa tediosa, meu bem - Me aproximava de uma bela anjo, suas curvas eram notórias, ela era ímpar ali, pois é a única que emana uma aura agradável ao meu olfato - Se não me engano, seu nome é Julliet, não é? Lembro-me de sua formação nos céus, minha cara... - O arcanjo sorria para a mesma, era incrível como a mesma não fora falar com ele por causa de seres inferiores estarem bajulando-o, ele preferia mil vezes falar com alguém que é de sua "espécie" do que esses seres que estão em uma patente bem abaixo da dela.


fulano de tal usou isto, falou com a pessoa e estava neste lugar. Estava ouvindo breakaway song by kelly clarkson. notas: a postagem é de minha autoria para um rpg externo, direitos autorais preservados.








avatar
Miguel
Arcanjos
Arcanjos

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 05/01/2015

Ficha Mística
HP::
3000/3000  (3000/3000)
MP::
3000/3000  (3000/3000)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Valentine C. Fitzchart em Qui Jun 23, 2016 12:39 am




O arcanjo havia me tratado com inferioridade, nada diferente do que eu já estava acostumada. Convivi com seres celestiais outras vezes e não me importava mais com a arrogância besta desses seres mesquinhos. Anne chegou maravilhosa na festa, era sem duvidas a pessoa mais bonita daquele lugar. Eu a amava pelo que ela era, mesmo que ela não soubesse o que era amor, mas gostava mais ainda de sua companhia por fazermos uma bela dupla.

Não demorou muito para que a estrela da festa chegasse, Alaska estava muito bonita em suas roupas simples, a draconiana tinha uma beleza própria como a nossa, não necessitava de quilos de maquiagem para ficar bonita. Sem pestanejar em chamar a atenção, subiu em uma cadeira e com a atenção de todos fez seu discurso. Me aproximei de Alaska e peguei de suas mãos a bolsa dourada, tirando dali a grande cabeça do draconiano morto.

- Muito obrigada pelo serviço feito, Alaska. - Agradeci com um sorriso no rosto, entregando a grande cabeça para um dos empregados da festa, ela seria exposta no local durante a festa, eu não ousaria exibi-la em minha casa para que provocasse a minha filha já muito magoada.

O lugar já estava cada vez mais lotado e quando eu menos esperava um ser peculiar apareceu. Eu reconhecia de longe um lobisomem, raça que a muito não aparecia publicamente. Talvez pela rejeição da sociedade mística ou por não se misturar em guerras, eles tinham seus próprios conflitos internos para se preocuparem com o do mundo exterior. Era um homem bonito e bem arrumado, seria uma boa diversão para aquela noite.

- Prazer senhor Chevalier. - O cumprimentei da mesma forma educada com que ele o fizera para mim. Encontrar lobos já era difícil, um que não fosse completamente bruto e cavalo era mais raro ainda. Sorri com o seu sorriso e beberiquei um pouco a minha bebida. - Uma presença peculiar a sua, monsieur. Espero que esteja se divertindo. - Caminhei pela festa esperando que ele me seguisse, acenando para alguns convidados mais tímidos e me sentando em uma mesa próxima a piscina, o buffet já começava a servir aperitivos. [b] - O que trás um lobisomem em minha casa? [/]

avatar
Valentine C. Fitzchart
Sereias
Sereias

Mensagens : 27
Pontos : 25
Data de inscrição : 13/06/2016
Idade : 27

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Morgana em Qui Jun 23, 2016 12:54 am

First Party


Observei a movimentação da festa distraída, o lugar começava a se encher aos poucos e quando percebi, já estava ficando quase sem privacidade no sofá onde me sentara. Eu demorei um tempo até entender o motivo das pessoas não se aproximarem de mim, mas naquela festa eles pareciam não se importar com a minha presença.

O menino Ethan era por exemplo a prova disso, se aproximou de mim trazendo consigo uma taça de bebida e um largo sorriso no rosto, estava claro que ele não me deixaria sozinha naquela festa. Agradeci sua atitude com um sorriso e beberiquei mais um pouco da minha bebida, tinha muito mais álcool do que eu estava acostumada.

Seus olhos passeando por meu corpo me fizeram gelar, eu não estava acostumada com aquilo. Respirei fundo e tentei me acalmar, afinal, Ethan era um menino bondoso e não me faria nenhum mal, eu podia confiar nele. - Muito tempo mesmo, fiquei me imaginando como você estaria. - Respondi o garoto com um sorriso, ele era um caso entre tantos que o meu pai havia treinado, tinha talento e principalmente determinação, daria um ótimo bruxo.

- Como você pode ver, não estou esperando companhia. - Ri um pouco, batendo a mão no espaço vazio ao meu lado e levando a taça aos lábios. Tomei dessa vez um gole maior, o gosto de álcool era forte e queimava minha garganta, havia tanto tempo que eu não bebia desse jeito... - O que andou fazendo durante esse tempo? Se te interessa, essa é praticamente a primeira vez que eu saio de casa desde o encontro ao pier, tirando é claro os encontros com o meu pai e a necessidade de comprar roupas novas. - Mordi o lábio inferior me lembrando do quanto meu pai era rígido comigo nesse ponto, viver sozinha estava sendo mais um desafio do que um simbolo de confiança para mim.

Notes: Party  Tagged: Nobody for now Wearing: Dress
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!
avatar
Morgana
Magos Elementais
Magos Elementais

Mensagens : 6
Pontos : 5
Data de inscrição : 19/06/2016
Idade : 31

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Julliet Dellavechia em Qui Jun 23, 2016 1:26 am



Festinha



Não conseguia parar de olhar para o arcanjo ali presente. Ele conseguia colocar medo em seres inferiores em qualquer casca, ou até mesmo só de ouvirem falar o seu nome. Miguel não era esse cara tão arrogante quanto os outros acham, ele só tenta manter a pose, continuar a fazer todos temerem seu nome ou sua história. Mudo a direção de meu olhar bebericando minha bebida a espera de algo acontecer para acabar com esse meu tédio.

Peço mais uma bebida para o garçom e caminho até a mesa de comida após pegar meu drink. –Não sei o que pensa que está fazendo, Julliet, você nem sabe o que são essas coisas. - solto uma gargalhada por estar falando comigo mesmo. Pego um copinho com algo marrom dentro, de uma textura meio parecida com um mousse. Encaro aquilo por um breve tempo e deposito meu copo na mesa para provar aquela comida. Como um pouco sentindo a doçura tomar conta de minha boca e o gostinho de quero mais aparecer após terminar de comer aquele doce. - Até que não é tão ruim assim.- comentei pegando minha bebida e voltando para o lugar em que eu estava antes.

-Miguel.. Você por aqui! Era a última pessoa que eu esperava ver aqui. - comentei ao ver o arcanjo se aproximar de mim, ele era mais belo de perto, e a cada passo que dava em minha direção, mais eu conseguia ver as suas feições. –Sim- sorrio surpresa por ele saber meu nome. –Meu nome é Julliet. Curioso, não me lembro de você na minha formação, na verdade não me lembro de você em lugar algum, apenas da sua fama que você tenta manter inapagável. – falei de um modo meio espantada pelo que o arcanjo acabara de dizer. Como ele se lembraria da minha formação? Uma formação de um anjo como qualquer outro? Dou um breve sorriso para ele junto com uma leve mordida em meu lábio inferior.



Deslocada
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah
avatar
Julliet Dellavechia
Anjos Celestes
Anjos Celestes

Mensagens : 7
Pontos : 4
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Ethan Slowan em Qui Jun 23, 2016 2:03 am




Dance or Die

Morgana parece mais distraída do que o normal, o que é extremamente bom. É como se todas as pessoas da festa retirassem suas máscaras e simplesmente ignorassem a existência de uma guerra por uma única noite. Noite essa que tem altas chances de tornar-se inesquecível.

Apesar dos risos e sorrisos, a morena faz uma expressão um tanto quanto engraçada após beber do líquido que se encontra em seu copo, fato esse que arranca de mim algumas gargalhadas. Álcool é só para os que estão acostumados, é por isso que nem bebo. Qual é a graça de fazer as coisas se no dia seguinte você pode esquecer de todas elas por alguns copos de uísque?

Ficar presa em casa não parece lá a melhor coisa para se fazer — tento escolher as palavras certas para expressar meus pensamentos sem falar alguma besteira, pois sei que não é uma ideia sua e sim uma imposição de seu pai — Mas eu entendo como é isso. Todas as vezes em que saí recentemente tiveram o mesmo motivo: treinar. E o pior de tudo é que nem tem adiantado.

As palavras saem acompanhadas por uma risada leve, esperando manter o clima da conversa. Quando volto ao normal, aproveito para aproximar novamente a taça de meus próprios lábios e assim bebericar um pouco da bebida, que desce suavemente. Então olho ao redor mais algumas vezes, notando alguns rostos surgindo e algumas pessoas que conversam tranquilamente, mas logo volto a prestar atenção em Morgana.

Você precisa se divertir um pouco mais e eu preciso treinar um pouco menos. Acho que deveríamos conversar com uma visita à pista de dança, o que me diz?

Nesse exato momento meus olhos vão de encontro aos seus, e permaneço a observando enquanto espero por uma resposta. E, é claro, espero que ela seja positiva.

Thanks for @Lovatic, on Cupcake Graphics

avatar
Ethan Slowan
Bruxos
Bruxos

Mensagens : 27
Pontos : 27
Data de inscrição : 08/06/2016
Idade : 44
Localização : Atrás de você MUAHAHAHAHAHAHA

Ficha Mística
HP::
600/600  (600/600)
MP::
600/600  (600/600)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Helena Chandler em Qui Jun 23, 2016 2:39 am








Helena Chandler
Pool party



O
 som do salto ecoava pelo assoalho de madeira, o lugar parecia estar vazio e apenas a silhueta da loira podia ser vista pelo reflexo do espelho. Um sorriso frio ornava os lábios vermelhos e carnudos da mulher. A cama atrás de si estava desarrumada, obviamente aquela não era sua residência, mas ela agia como se sempre fosse. Olhou por cima do ombro ainda vem o homem nu sobre a cama, parecia morto, mas essa seria uma dúvida que continuaria pairando no ar. Helena se deu ao cuidado de jogar um beijo no ar, mas o que havia acontecido com ele, somente a loira poderia contar. A caída era uma criatura que carregava muitos segredos, o primeiro deles era seu real nome, escutado somente por anjos. Desde que fora jogada na terra, teve outras centenas, Maria, Sara, Juliana, Amber, Clara... O da vez era Helena, uma referência a bela mulher que começou uma guerra por sua beleza. Seu olhar ciano percorreu o quarto mais uma vez e antes de sair, pegou o casaco que repousava na cadeira.

A vantagem de quando se é um ser sobrenatural, era que as informações corriam fácil por esse mundo quando se estava disposto a pagar um bom preço. E entre um disse, me disse, fofoquinhas e comentário, descobriu sobre uma festa que pudesse lhe interessar. Achar alguém que a passasse não foi difícil. Assim que saiu na rua seus olhos se voltaram ao firmamento negro, um suspiro bucólico escapou de seus lábios, não sabia dizer se sentia falta de sua vida antes da queda, mas sabia que já que estava no meio daqueles animais, aproveitaria sua estadia da melhor forma possível. Com passos lentos a mulher loira começou a caminhar pela rua, um tanto despreocupada, mas era possível ver em seu olhar o desprezo que tinha por aqueles que o cercavam e seria assim até o fim dos tempos. Helena logo entrou na escuridão, como se forte parte dela e em uma ínfima fração de segundo já havia desaparecido.

Quando chegou no lugar sua sobrancelha direita arqueou agudamente, haviam criaturas que a caída tinha muito mais asco do que humanos e com certeza algumas delas estavam ali. A loira ajeitou a blusa que estava colada no corpo, demarcando cada centímetro de suas curvas, a longa saia branca tinha uma feda que em certos ângulos poderiam dar uma visão privilegiada das pernas da mulher. Ainda não sabia ao certo o que estava fazendo ali, apenas sabia que estava entediada demais para ficar sem fazer nada e quem sabe, com alguma sorte uma pequena briguinha para ela assistir poderia acontecer. Helena mordiscou o lábio inferior contendo o sorriso malicioso e começou a adentrar a festa. Não sabia muita coisa sobre a anfitriã, apenas que era uma sereia, pelo menos sabia que a festa seria tolerável. Claro que, a tirar de seu constante tédio, era algo complicado e até mesmo demasiadamente difícil.

Helena poderia ser uma caída, mas ela possuía a arrogância dos Celestes e até mais, afinal, ela não precisava se dar ao trabalho de proteger os macacos que eles tinham que proteger. Na verdade, tinha uma liberdade que lhe era confortável, não era do tipo que arrumava confusão, que procurava brigas, que fazia merdas para chamar a atenção. Para que sujaria suas mãos, se haviam seres estúpidos o suficiente para fazer isso por ela? Ela estava um patamar acima, fosse por sua beleza, inteligência, força ou qualquer outra razão. Assim que chegou seu olhar vagou pelo lugar, a maioria ela fez questão de ignorar, eram desnecessários demais, uma em específico lhe chamou a atenção e um sorriso de canto surgiu em seus lábios, porém, não era boba e muito menos burra, aquela era uma visão bela que teria que apreciar de longe, afinal, não queria se meter com um arcanjo, cautela era algo que vinha prolongando e muito a sua existência e não a colocaria em risco somente por um rostinho bonito.

Com passos calmos a loira começou a andar pelo lugar, era notável sua presença, mas não se importava muito com quem estava ao seu lado. Seu olhar buscou um lugar de onde pudesse acompanhar a movimentação e claro, precisava de algo para beber, sua garganta estava seca. Sua mão foi em direção a uma das taças de bebida, algum drink provavelmente, desde que fosse alcoólico estava ótimo para ela. Claro que, ela não desviou do arcanjo, passou apenas na distância exata para que se ele quisesse perceberia sua presença. Foi até uma mesa com algumas cadeiras que estavam um pouco mais a frente e distantes da piscina. Sentou-se sozinha, o que não era nenhuma novidade, mas gostou da vista que tinha. De onde estava poderia acompanhar todos os movimentos da festa e com certeza isso era algo que muito a agradava, além de vez ou outra, poder contemplar a beleza de Miguel apenas de longe.






avatar
Helena Chandler
Anjos caídos
Anjos caídos

Mensagens : 5
Pontos : 3
Data de inscrição : 22/06/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Merlin em Qui Jun 23, 2016 2:56 am



The Mage
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Tha draoidheachd Chan eil tighinn bho dhaoine, ach daoine glic.



Merlin estava sentado em uma pedra com formato de paralelepípedo, seus olhos fechados davam a impressão de que muitos pensamentos rolavam em sua cabeça, o vento batia em seu rosto e faziam seus cabelos, agora grisalhos, irem de um lado para o outro, enquanto que seu manto permanecia imóvel, tudo por causa de sua magia. Ele treinava intensamente, mesmo parecendo quieto demais. O treino mental é o mais poderoso, pois a sua mente é mais fraca que seu corpo e quando se ataca esse "frágil" acaba destruindo quase que todo o corpo. O treino acabara para Merlin, ele já sabia o que aconteceria se deixasse a sua filha ir para aquela festa sozinha e essa "previsão" é motivo o suficiente para levar um idoso de quatro mil quinhentos e cinco anos para uma festa.

A sala empoeirada de sua casa não era nada atrativa, mas junto a sala existia um quarto, modesto, mas aconchegante, ali Merlin trocara de roupa, ele pode ser um idoso maltrapilho, mas era educado. Pusera seu manto favorito, o manto branco que brilhava próximo a qualquer luz, o manto que trazia a vida para dentro de Merlin, pois ele ganhara aquele manto quanto fora graduado de O Cinzento para O Branco, onde seu poder multiplicou inúmeras vezes, fora algo marcante para o bruxo e o mesmo nunca esquecerá deste acontecimento - Nam daoine òga an-diugh, tha fhios agam nach eil! Dè tha thu a 'smaoineachadh seo pàrtaidh Morgana, Kilgharrah? - Merlin falava na língua antiga com eu dragão, Kilgharrah, um dragão belíssimo, grande, suas escamas duras e douradas... Era belíssimo. - Merlin nach eil mar frowned an nighean aice, bidh e comasach? Theirigibh chun a 'phàrtaidh, ach tha spòrsail agus leig e air an aon rud - A voz única de dragão chegara na mente do mago, de fato, o dragão estava certo - Oh, Kilgharrah, thu daonnan m 'aghaidh! Co-dhiù, tha thu ceart ... tha mi a bhith their iad "aodann"! Tha sinn a 'dol gu pàrtaidh seo. - Rebatou e concordou com o mesmo, ele estava certo.

A sensação de voar sempre era renovadora para o grande mago, parecia que era a primeira vez do mesmo, lembra-se de como foi, quando estava atrasado em chegar no castelo de Carmelot e voara pela primeira vez com seu dragão, de fato, foi uma das melhores experiências para o mesmo. Em poucos minutos, ambos chegavam, Merlin observara que a casa é grande e que havia ali um grande campo aberto em que Kilgharrah poderia pousar, pensado e feito, o dragão pousa ali e Merlin sai. - Kilgharrah, a th 'ann fiù' s ma dh'fheumas mi thu. - Fala e sorri quando vê a concordância do dragão por meio de um aceno positivo com a cabeça. Atraiu alguns olhares, porém não queria isso, apenas queria observar sua filha e deixar um pouco essa guerra de lado que, literalmente, tem o deixado de cabelos brancos. Os olhos cintilantes do mago passeiam pelo lugar observando tantas criaturas ali, até o próprio Miguel, a qual tem uma amizade íntima, cumprimentando-o com o olhar para não interromper a sua conversinha com a anjo celeste.

Os olhos do sábio encontraram Morgana, ela sentava-se com um jovem, seu discípulo, Ethan, o que o acalmara um pouco, ele era confiável e jamais faria algo que eu não aprovasse, como chamá-la para dançar, ou tocar-lhe, ou desejá-la e afins... Merlin confia no garoto, pois se o mesmo ousar fazer qualquer dessas coisas citadas, ele simplesmente morreria queimado. O mago sussurra um feitiço baixinho, praticamente inaudível, e então vai para a festa, o feitiço proferido era para que a magia o alertasse caso Ethan passasse dos limites. Merlin vai até um banco e senta-se ali com seu cajado em mãos, observava os jovens se divertirem.

Glossário:

Nam daoine òga an-diugh, tha fhios agam nach eil! Dè tha thu a 'smaoineachadh seo pàrtaidh Morgana, Kilgharrah? = Esses jovens de hoje em dia, sei não em! Que você acha de Morgana nessa festa, Kilgharrah?
Merlin nach eil mar frowned an nighean aice, bidh e comasach? Theirigibh chun a 'phàrtaidh, ach tha spòrsail agus leig e air an aon rud. = Merlin, não seja tão careta com sua filha, será possível? Vá para a festa, mas se divirta e deixe-a fazer o mesmo.
Oh, Kilgharrah, thu daonnan m 'aghaidh! Co-dhiù, tha thu ceart ... tha mi a bhith their iad "aodann"! Tha sinn a 'dol gu pàrtaidh seo. = Ah, Kilgharrah, você tá sempre contra mim! Enfim, você está certo... Estou sendo o que eles chamam de "careta"! Vamos para essa festa.
Kilgharrah, a th 'ann fiù' s ma dh'fheumas mi thu. = Kilgharrah, fica por aí mesmo, caso eu precise de você.


###

pool party ≡
with fulano ≡
wearing this

everytime I think I'm closer to the heart.

_________________

Lord Merlin ☣️
The Mage ☣️ God of magic ☣️ Lord of Witch ☣️ Sage ☣️ Powerful ☣️ Big Power ☣️ Ask me and I will advise you.
Maay ₢

avatar
Merlin
Staff
Staff

Mensagens : 56
Pontos : 78
Data de inscrição : 27/10/2014

Ficha Mística
HP::
1700/1700  (1700/1700)
MP::
1700/1700  (1700/1700)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Morgana em Qui Jun 23, 2016 3:18 am

First Party


Ethan era um garoto engraçado e interessante, mas o que mais me chamava atenção nele era a sua vontade de me ver bem. Eu não via isso com maldade ou segundas intenções, na verdade nem acreditava que o garoto, jovem como era, poderia querer alguma coisa comigo, uma mulher formada com mais de quatrocentos anos. Entretanto o moreno me surpreendeu com um convite para dançar.

Minhas bochechas coraram e eu titubeei um pouco em minha cabeça. Meu pai ficaria uma fera se soubesse e eu não duvidava que ele com certeza o faria, mas como já havia comentado mais a cima, eu era uma mulher formada com mais de quatrocentos anos, merecia pelo menos uma dança, por uma noite. Ele não poderia mais me controlar. Despejei o que restara do liquido em minha boca e sorri, a queimação agora era bem vinda em minha garganta, esquentava o meu corpo e me deixava mais animada.

Seguro sua mão e com um largo sorriso no rosto caminho para a pista de dança. O lugar estava de uma forma que não cabia mais gente, o que fez com que eu e Ethan ficássemos a uma distância não muito grande. O efeito da bebida em meu sangue ajudou com que eu não me importasse com isso, além da imensa vontade de dançar e me divertir, eu precisava absurdamente parar de viver em função do meu pai.

A música tinha um ritmo frenético, as mulheres a minha volta dançavam sensualmente com seus parceiros, algumas com suas amigas. Não me atrevi a tentar imitar alguns de seus passos, eu estava bêbada mas nem tanto. Me virei de costas para Ethan e aproximei mais meu corpo do dele, vendo a movimentação a minha volta ficar em câmera lenta. O que será que tinha na minha bebida?
Notes: Party  Tagged: Nobody for now Wearing: Dress
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!
avatar
Morgana
Magos Elementais
Magos Elementais

Mensagens : 6
Pontos : 5
Data de inscrição : 19/06/2016
Idade : 31

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Joseph B. Chevalier em Qui Jun 23, 2016 4:55 pm


Festa
-
Got something else missing we were too different baby I've been looking back now I really should've worked it out. Yeah, I really should've worked it out. Because now that you're gone and I sleep alone I can't help it, I want you back.
Noite ▪ Casa da Val ▪ Nublado ▪ COM QUEM?


♦♦♦

Tudo começava a ficar interessante para Joseph a cada minuto que se passava, a sereia havia mostrado um certo "interesse" pelo rapaz, arqueando a sobrancelha, o lobisomem segue a mesma, pois ele sabia que a noite com a sereia ainda não acabara. Sentando-se ao lado da mesma, o lobisomem ajeita um pouco seu cabelo na touca e volta a fitá-la com um sorriso desenhado no rosto, ao ouvir sua pergunta.

- Bom, me pergunto a mesma coisa... Não sabia o motivo de ter vindo para cá até vê-la, minha cara... - O lobisomem sorri e pisca com o olho direito para a mesma - Então, mon'amour, como você está?- Pergunta ainda fitando-a com um olhar um tanto quanto misterioso, o mesmo queria ver como era a personalidade da sereia, como ela agia, como ela reagia, o que fazia em meio a uma situação dessas, esse é o jogo de Joseph.

O vento voava naquela casa, ele sentia o mesmo tocar em sua pele quente, aquilo o fizera estremecer um pouco, ele não gostava do frio, tinha uma certa antipatia por isso, pois o frio só o fazia ficar inerte, era um tipo de "fraqueza" dele, senão de todos os lobisomens que existem. Joseph tragou o copo até a boca e bebericou o líquido, queria aproveitar ao máximo aquela noite, pois uma noite tão peculiar e única como aquela é rara de acontecer, qual seria o desfecho da mesma?

Uma loira chegara querendo causar e conseguiu, Joseph arqueou a sobrancelha em direção da mesma, possuía uma beleza ímpar ali, creio que abaixo apenas de Valentine e da outra anfitriã, que exalava um cheiro repugnante de enxofre, mas que parecia simpática para um demônio, ela roubara por alguns segundos a atenção do lobisomem, porém Valentine parecia bem mais interessante, o que o levou a olhá-la novamente.

Alguém chama atenção, de fato tinha poder, de fato tinha sabedoria e também simpatia, porém, sua chegada denunciara uma primeira impressão de arrogância, mas Joseph não acreditava nisso, ele sabia quem estava chegando, o poderoso mago, o Mestre dos Magos, Merlin, seu olhar voou pela festa até pousar no ícone que chegara, de fato é incrível.
-

thanks weird
avatar
Joseph B. Chevalier
Lobisomens
Lobisomens

Mensagens : 24
Pontos : 19
Data de inscrição : 07/09/2014
Idade : 18
Localização : -x-

Ficha Mística
HP::
500/500  (500/500)
MP::
500/500  (500/500)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Miguel em Qui Jun 23, 2016 6:59 pm



Wanted to belong here.
Medo é uma palavra forte, que brotou no coração dos humanos após o pecado de Adão e Eva, Miguel estava presente quando os humanos, que são os preferidos do papai, erraram pecaram... E embora aquilo tenha entristecido por demais a Deus, o arcanjo só pode rir, pois aquilo era a comprovação de que os humanos nunca serão como os anjos, de que eles estão propícios aos erros, aquilo aumentava a sua arrogância mais e mais e foi a gota d'água para que o arcanjo iniciasse seu governo tirano nos céus, pois ele acreditava que ninguém, a não ser Deus, comparava-se a ele.

A bebida descia ardendo na garganta do arcanjo, sua arrogância não o permitia de fazer careta algum, embora o mesmo tivesse vontade, pois o líquido arde, ele olhava atentamente as feições da anjo, seus cabelos loiros, ah, como isso atraía o arcanjo, de fato ela era só mais uma anjo entre milhões e milhões, mas era a única ali, a única a qual o arcanjo poderia demonstrar algum interesse, pois os outros seres são, em demasiado, inferiores a sua espécie. Um sorriso desenha-se nos lábios do arcanjo após ter esses pensamentos rondando em sua cabeça, era incrível a capacidade do mesmo achar-se superior a todos, nem mesmo seus irmãos, que foram criados da mesma forma que ele escaparam, era uma figura surpreendente.

- Eu não viria, Julliet, mas tive de vir, é interessante mudar um pouco a rotina, essa guerra me deixa no tédio, Gabriel só pensa em fugir, só pensa em se esconder, não tenho mais paciência para aquele bastardo - Miguel enfatizara o último adjetivo, ele estava altamente decepcionado com seu irmão, a qual considera meio-irmão. - Bom, Julliet, não sou muito de aparecer nas formações, mas passo de relance e lembro-me de quando se formara, minha cara, está tão bela quanto naquela época, senão mais ainda! - Pisca para a mesma em uma forma de seduzir, o arcanjo não brinca em serviço.

Algo chama a atenção do ser celestial, uma presença cuja aura enojava Miguel, era uma anjo caído, ela desfilava como se fosse o centro das atenções, as curvas da mesma eram notórias, ela usava um vestido colado no corpo onde quase se enxergava as linhas de seu corpo, seu caminhar era arrogante, sua forma de olhar era superior, de fato ela não perdera sua pose de anjo celestial, apenas o título e as asas... Era bela, muito bela e, por alguns segundos, o olhar do arcanjo ficara fitando o olhar da caído, mas volta a olhar a jovem celeste, depois partiria para a caído.


fulano de tal usou isto, falou com a pessoa e estava neste lugar. Estava ouvindo breakaway song by kelly clarkson. notas: a postagem é de minha autoria para um rpg externo, direitos autorais preservados.








avatar
Miguel
Arcanjos
Arcanjos

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 05/01/2015

Ficha Mística
HP::
3000/3000  (3000/3000)
MP::
3000/3000  (3000/3000)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Ethan Slowan em Sex Jun 24, 2016 1:08 am




Dance or Die

Sinto a magia fluir ao meu redor e rapidamente meus olhos são guiados à fonte da mesma: Merlin. O mestre chega e apenas observa sua filha, sem mesmo aproximar-se de nós ou vir nos cumprimentar. Ao contrário dele, porém, sua filha está tão afim de diversão que aceita o meu convite para uma dança, por incrível que pareça.

Sua empolgação — e talvez o álcool que agora parece começar a afetá-la — a faz levantar-se primeiro e me puxar junto consigo, nos guiando pela área da festa. Passamos no meio das pessoas por ali e Morgana abre caminho para nós até achar um lugar onde há espaço suficiente para duas pessoas. Isso, é claro, com a condição de que elas fiquem bem próximas.

Bebo o resto do líquido em meu copo e entrego o objeto vazio para uma pessoa qualquer que está passando, que me olha confusa por alguns segundos antes de decidir usar o "presente" para beber um pouco. Quando ela se afasta, meus olhos se fixam na mulher à minha frente, que começa a ser contagiada pelo ritmo da música.

Meus olhar segue os movimentos de minha parceira e, em um momento de fraqueza, paro de resistir e observo suas curvas. Nossos corpos encontram-se tão próximos que quando respiro seu perfume invade minhas narinas, e imagino que ela seja capaz de sentir minha respiração. Luto contra os pensamentos que surgem em minha cabeça, preciso ser forte para resistir à beleza de Morgana.

Você é surpreendente — sussurro próximo a um de seus ouvidos, esperando que apenas ela seja capaz de ouvir. Nem mesmo paro de dançar para dizer, de modo que nossos corpos continuam movimentando-se de acordo com as batidas da música. Um sorriso se desenha em meus lábios e segundos depois dou conclusão à frase — Tá de parabéns, viu?

Continuo resistindo aos pensamentos maliciosos que surgem em minha cabeça por um tempo, até que cada uma de minhas mãos alcança um dos lados da cintura da mulher. Além disso, decido eliminar de vez a pouca distância entre nossos corpos, fazendo com que os mesmos se toquem enquanto dançamos.

Thanks for @Lovatic, on Cupcake Graphics

avatar
Ethan Slowan
Bruxos
Bruxos

Mensagens : 27
Pontos : 27
Data de inscrição : 08/06/2016
Idade : 44
Localização : Atrás de você MUAHAHAHAHAHAHA

Ficha Mística
HP::
600/600  (600/600)
MP::
600/600  (600/600)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Helena Chandler em Sex Jun 24, 2016 4:07 am








Helena Chandler
Pool party



O
sorriso não abandonou o rosto da caída nem por um instante, aquele sorriso misterioso que acabava por envolver qualquer um que se aproximasse. Para alguns poderia ser o começo do paraíso, para outros o começo da perdição e Helena gostava de qualquer uma das situações. Poderia ter arrastado qualquer um para aquela festa, mas havia escolhido ficar sozinha, os motivos não eram muito difíceis de descobrir, ninguém estava à altura de acompanha-la. Helena estava longe de ser a mais doce das criaturas, um dia já foi, mas isso se perdeu quando suas asas foram arrancadas, bem como outras coisas. Mas se achava muito mais superior do que antes, motivos esses, que estavam trancados nas profundezes de seu ser e talvez ninguém mais saberia. A convivência entre os humanos não a ensinou a se redimir, pensar como eles, mas a moldaram de uma maneira peculiar e talvez única, se havia um ser que caminhava entre as trevas e a luz, esse alguém era a caída em questão.

Haviam muitas criaturas ali era fato, algumas que se julgavam muito poderosas, mas quão poderosas eram realmente perto dos anjos? O olhar ciano e frio da mulher recaiu sobre a taça e seu indicador percorreu a borda, seu semblante era nitidamente enfadonho, estava divagando em questões obvias e isso significava que o tédio estava tomando grande parte de sua mente. Ela revirou os olhos e tomou um pouco mais da bebida, o gosto lhe agradava ao palato, porém era muito suave para ela, queria sentir o ardor percorrer a garganta, por isso sempre optava por bebidas mais fortes e de gosto acentuado. O primeiro pensamento que lhe ocorreu foi levantar-se e ir embora. Conseguiria uma diversão melhor em alguns lugares interessantes que conhecia, mas um pensamento lhe fez sorrir, ali ou em outro lugar estaria entediada da mesma maneira, mas talvez pudesse vislumbrar uma pequena diversão. Ela levou o copo de bebida novamente a boca e ergueu seu olhar em direção ao mais arrogante dos Arcanjos, Miguel.

Era de fato uma pena, ele estar acompanhado, ainda mais por uma celeste, as cabeça involuntariamente balançou e forma negativa enquanto observava a cena. Miguel era arrogante, um tato prepotente tirano, cheio de si, mas era irresistivelmente sedutor. Mas não era o tipo de criatura para qualquer uma se aventurar, seres com um poder tão grande quanto o dele tinham o hábito de se entediarem com facilidade. Não podia culpa-lo, se ela conseguia se entediar com facilidade imagine um arcanjo, seu olhar pairou sobre e depois brevemente pela garota. Seus lábios se contorceram em desaprovação, mas talvez para uma diversão casual, ela até poderia servir para alguma coisa. Seu dedo indicador repousou sobre os lábios vermelhos e por um instante desviou seu olhar observando os outros seres que ali estavam. Com exceção da extravagante chegada de um convidado em um dragão, nada mais era capaz de arrancar um breve sorriso da caída.

Um suspiro escapou de seus lábios e pestanejou rapidamente algumas vezes, seu olhar voltou-se para cena inicial, observar o Arcanjo e a anjinha, levou a taça a boca sorvendo o último gole da bebida, naquele mesmo instante seu olhar cruzou com o dele e um sorriso malicioso de pura luxuria surgiu em seus lábios. Fora um encontro breve, mas com certeza ele teve tempo de ver a ponta da língua da loira deslizar pelo lábio inferior procurando a última gota da bebida que degustava. O gesto não havia sido no intento de provoca-lo, mas se assim ele entendesse, também não negaria. Talvez estivesse procurando um jogo perigoso demais para aquela noite, mas a verdade era que ela não se importava, o medo não era um sentimento que a acompanhava. Mil pensamentos obscenos passaram por sua mente envolvendo aquele arcanjo e não houve nenhum que a desagradasse, mas se eles sairiam de sua mente, já era uma outra história.






avatar
Helena Chandler
Anjos caídos
Anjos caídos

Mensagens : 5
Pontos : 3
Data de inscrição : 22/06/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Dylan Schwartz Devonshire em Sex Jun 24, 2016 6:23 pm


 
Tédio. Era assim que os dias do jovem demônio poderiam ser resumidos, nada de anormal a não ser o fato de esbarrar vez ou outra com criaturas que por muitas vezes entregavam-se apenas por pequenos hábitos um tanto que diferenciado dos comuns. Observou uma última vez a garrafa de vodka pela metade com um travesso sorriso que estampou-se em seus lábios de imediato sentindo o liquido descer pela sua garganta queimando até finalmente sentir aos poucos o efeito da  terceira garrafa de bebida começar a fazer efeito em seu corpo demonstrando indícios já de tontura, cambaleando para o lado antes de lembrar-se da festa e mentalmente sussurrar "Será que devo aparecer por lá?" Logo escutando a voz de seu subconsciente lhe guiar até aquele local, naquele momento sendo guiando pelo puro impulso de adrenalina ao qual o arrastava para aquele lugar sem nenhuma garantia de volta.

Cadê meu cigarro? — Murmurou o demônio aos poucos notando que estava a recuperar a plena consciência por ser um demônio e não ser afetado de forma duradoura pelas bebidas e quando finalmente chegou ao local, parou acendendo o cigarro e tragando calmamente sem que afastasse os olhos da festa que parecia acabado de começar, analisando um por um dos que podia ver e de vista não reconhecendo ninguém de início escondendo as mãos no bolso da calça desgastada aproximando-se da garrafa de Whisky e murmurando. — Acabei de ganhar na loteria! Por Lúcifer, estou no paraíso. — Admitiu em um tom irônico retirando o cigarro dos lábios e levando a bebida até o lugar virando a garrafa o suficiente para que continuasse a andar, voltando a tragar o cigarro caminhando em meio a multidão sussurrando para si mesmo o trecho de uma música enquanto permanecia com os olhos fechados. — When you feel my heat Look into my eyes It's where my demons hide It's where my demons hide Don't get too close It's dark inside It's where my demons hide It's where my demons hide — Cantarolou em meio a caminhada aproveitando de seu cigarro.  
avatar
Dylan Schwartz Devonshire
Lobisomens
Lobisomens

Mensagens : 86
Pontos : 64
Data de inscrição : 15/12/2014
Idade : 20

Ficha Mística
HP::
98/300  (98/300)
MP::
300/300  (300/300)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Julliet Dellavechia em Sex Jun 24, 2016 10:12 pm



Festinha



Quanto mais o tempo passava mais o meu tédio aumentava e com ele vinha o mau humor e a arrogância de minha criação. Não agüentava mais ficar naquele local tedioso e chato ao mesmo tempo. A música estava alta demais para os meus ouvidos e as pessoas? Estavam dançando de uma forma estranha como se estivessem fazendo aquilo pela primeira e ultime vez em suas vidas, como se nunca havia feito aquilo. “ridículos” pensei enquanto olhava para a pista de dança improvisada.

Garçons passavam a todo o momento com vários tipos de bebidas e comidas. Pego uma bebida com um garçom que havia passado ao meu lado e a bebo dando um breve gole na mesma. Os cabelos do arcanjo eram de se chamar atenção por onde passavam independentemente de quem ele era. Miguel era um dos seres mais bonitos que eu certamente já vi em toda minha existência, sua barba para fazer e os seus lábios fariam qualquer uma delirar, até mesmos as humanas.

-Sim, de fato é interessante mudar a rotina, ainda mais quando não se tem nada para fazer.. - disse tomando mais um pouco da bebida sem desviar o olhar do arcanjo. –Porque não faz outras coisas para sair desse tédio? Dependendo do que fizer, irá até esquecer que Gabriel existe e, junto com ele irá esquecer que tudo existe. - falei em modo de insinuação para o loiro a minha frente, sua arrogância já era conhecida por todos os celestes e não era novidade para ninguém. Miguel era como se fosse o dono da boate do céu, era o ser mais cheio de concubinas que alguém poderia imaginar a diversão para ele certamente nunca acabava.

-E você certamente está mais bonito do que aquela época vamos combinar esse visual combina mais com você.. - “além de te deixar gostoso” ri dos meus pensamentos, logo parando de rir e olhando o arcanjo como se tivesse entendido o recado de sua piscada. O arcanjo era como se fosse o anfitrião da festa, cada hora estava com uma, anjo, demônio e agora não parava de fitar uma caída. -Se interessou na caída, Miguel? Vai lá nela, aposto que deve estar muito interessada em te conhecer melhor. - diz um pouco arrogante sem perceber e sem dar conta que fora arrogante. Pego minha bebida dando apenas um gole e terminando a mesma. Tinha-se uma coisa que fazia sentido ali, era que com certeza o arcanjo queria “passar o rodo” hoje, e se dependesse de mim, ele teria que ter muita lábia para me convencer.



Deslocada
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah
avatar
Julliet Dellavechia
Anjos Celestes
Anjos Celestes

Mensagens : 7
Pontos : 4
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha Mística
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum